Nossa herança

Durante sua história, a Ordem Cabalística da Rosa-Cruz integrou as mais importantes filiações ligadas à tradição esotérica gnóstica e cristã. Essa herança poderia ter permanecido um simples conservatório imóvel.  
Sob o impulso de seu atual Grande Patriarca R+C, nossa tradição revitalizou os diferentes componentes que faz um exemplo único no Ocidente.


Quer se trate do gnosticismo original, da Cavalaria, da Rosa-Cruz, da Cabala, ou do martinismo, as filiações mais respeitáveis e autênticas foram reunidas em nossa Ordem. Portanto, elas são praticadas e conferidas ao iniciado durante seu percurso iniciático.

O Gnosticismo é um movimento herético importante da Igreja cristã do século 2, parcialmente de origem pré-cristã. Várias escolas gnósticas ensinaram que o mundo material foi criado e dirigido por uma emanação divina menor do Deus mais elevado, o demiurgo, encerrando a centelha divina no corpo humano. 

É comum hoje afirmar que a Cabala se aplica exclusivamente a um conjunto de literatura esotérica que surgiu na Espanha medieval e no Sudeste da França, em Provença. É a partir de lá que continuou a se expandir.  

Todos têm uma imagem dos cavaleiros da idade média. Essa verdadeira casta constituída pelos nobres portando armas se tornou célebre pelos contos épicos compostos na época medieval.
Os trovadores e poetas escreveram esses contos às vezes fantásticos e simbólicos e incorporaram elementos fundamentais pertencentes à tradição esotérica ocidental.

A Archiconfrérie de Ieschouah é um grupo de homens e mulheres que receberam essa transmissão oculta dos mistérios cristãos, os sacramentos internos da linhagem religiosa da Cabala cristã e que estão colocados sob a alta proteção de Ieschouah. Não é necessário ser um membro da Ordem Cabalística da Rosa-Cruz para integrar a Archiconfrérie de Ieschouah.

É provável que você já tenha ouvido afirmar que a tradição Rosa-Cruz veio do Egito antigo. Leva apenas alguns segundos de pesquisa para descobrir que esse tipo de afirmação é historicamente falso.
Portanto, é fundamental apresentar os elementos históricos incontestáveis sobre os quais você poderá se apoiar para compreender melhor essa tradição fascinante.

Alguns meses após ter criado a Ordem Cabalística da Rosa-Cruz, ou seja, mais de 24 anos depois da morte de Saint-Martin, Papus e Chaboseau, ambos membros da direção da Ordem descobriram que eles eram depositários de uma filiação que remonta ao célebre teósofo. 

Papus foi uma das grandes figuras do que se pode chamar de neo ocultismo. Suas inumeráveis obras apresentam as faculdades ocultas do Homem, as forças invisíveis da Natureza e os meios de utilizá-las. 
O ocultismo, afirma a existência de fluidos que manifestam um mundo invisível no interior do mundo visível, busca por analogias e correspondências entre o visível e o invisível, mas também entre os diversos seres. 

A maioria dos Grande Patriarcas da Ordem Cabalística da Rosa-Cruz receberam as ordenações da tradição cristã em sucessões apostólicas incontestáveis.

Alguns deles eram, além disso, responsáveis por comunidades religiosas por um bom número de anos.