Trabalho do Capítulo

Apresentação de um Capítulo

Um capítulo é um agrupamento local de membros iniciados da Ordem. Eles se reúnem em um local especialmente preparado para a prática dos ritos privados.  
Um Capítulo é dirigido pelos iniciados que têm o nome de Oficiais. São necessários cinco para constituir um Capítulo. Esse é dirigido por um Cavaleiro Rosa-Cruz, nomeado para uma duração específica.  

Os três Oficiais principais recebem uma consagração e uma iniciação próprias a seu papel iniciático. É fundamental que os que transmitem uma iniciação e as práticas tenham recebido uma autoridade espiritual verdadeira. Essa última deriva diretamente de uma cadeia de transmissão oculta, como é o caso tradicionalmente. Esses Oficiais também são iniciados que têm uma experiência reconhecida pela hierarquia da Ordem. Ela os treina para sua tarefa e garante regularmente a boa prática dos rituais.


 

A obra do Capítulo

O papel de um Capítulo é transmitir as iniciações rituais, os ensinamentos orais e as práticas psíquicas. 

Nós descrevemos os diferentes graus do percurso iniciático em outra página. Essas iniciações são transmitidas durante cerimônias privadas, que ocorrem no templo do Capítulo. 

As reuniões rituais são organizadas regularmente em todos os graus. Elas reúnem as irmãs e irmãos que receberam a iniciação desse grau.

Geralmente, uma reunião mensal abre no primeiro grau, enquanto que uma segunda reunião é organizada alternadamente no segundo e terceiro graus. Consequentemente os iniciados do primeiro grau se reúnem uma vez por mês, enquanto os iniciados do segundo e terceiro graus se reúnem duas vezes por mês.
Uma reunião de grau inclui um ritual de abertura e de fechamento em relação direta com a iniciação correspondente. Nenhuma discussão administrativa é autorizada no espaço sagrado do templo. 

Entre essas duas sequências rituais, estudos simbólicos e espirituais são propostos aos iniciados. As práticas são transmitidas oralmente pelo Cavaleiro Rosa-Cruz e praticadas imediatamente em grupo no templo. Esse é um elemento essencial e fundamental. Essas práticas estão em relação direta com a iniciação do grau e em seguida são utilizáveis individualmente. Essas características fazem do trabalho no Capítulo um meio de aprofundamento da iniciação recebida. Esse procedimento permite que cada iniciado continue sua obra pessoal de aperfeiçoamento e torne capaz de transformar sua vida pela utilização das chaves práticas recebidas. Embora o aprendizado intelectual seja útil, apenas um trabalho interno é capaz de conduzir rapidamente a uma verdadeira evolução individual. 

 

Criação de um Capítulo

 

Os Capítulos são regularmente criados para dar a oportunidade aos membros de receber as iniciações, as práticas psíquicas e os ensinamentos orais. Para poder criar um Capítulo, basta ser membro da Ordem e receber a iniciação em um Capítulo existente.

Essa criação segue um procedimento simples e tradicional, de acordo com as indicações transmitidas pela hierarquia da Ordem.